Blog

Alugar ou comprar um imóvel: qual a melhor opção para você?

06 de Setembro de 2019 por Jacques

Na prática, a escolha entre alugar ou comprar um imóvel vai depender muito da sua situação financeira, ainda que os seus desejos pessoais também devam ser levados em consideração

Uma dúvida que acompanha muitas pessoas e as famílias de um modo geral é sobre alugar ou comprar um imóvel.

Qual seria a melhor opção? A resposta é que depende.

O que podemos dizer com certeza é que há a necessidade de avaliação e de planejamento antes de tomar qualquer decisão.

Afinal de contas, a moradia representa um dos maiores gastos que a maioria de nós vai ter no decorrer da vida.

Além disso, em função das possibilidades de consórcio e de financiamento, ela gera uma conta que pode lhe acompanhar por até 30 anos.

Ou seja, estamos falando de um custo elevado e que impacta seu orçamento por um bom tempo, o que só reforça a necessidade de você ter de pensar muito bem antes de tomar qualquer decisão.

Na prática, essa escolha vai depender muito da sua situação financeira, ainda que os seus desejos pessoais também devam ser levados em consideração.

Quanto você pode gastar

Calculadora, caneta e folhas de papel como representação da necessidade de fazer as contasÉ a partir da sua renda mensal que você deve avaliar qual o valor máximo que consegue despender com um imóvel. Isso vale tanto para o aluguel quanto para o pagamento das parcelas de um consórcio ou financiamento – aqui, considerando que você não disponha de recursos para o pagamento à vista.

A recomendação comum é de que a despesa com o imóvel não ultrapasse 30% da sua renda mensal. Trata-se de um cuidado importante para que esse pagamento não comprometa o seu orçamento familiar e pessoal e, assim, acabe gerando uma situação de desequilíbrio financeiro.

Nesse teto de 30%, vale ressaltar, recomenda-se já incluir eventuais custos com taxas de condomínio, Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), portaria e outros itens.

A partir do conhecimento desses valores, você consegue ter uma melhor dimensão da viabilidade de alugar ou comprar um imóvel.

Contudo, nós sabemos que outras questões pesam na escolha.

Então, para lhe ajudar, separamos alguns pontos a serem observados. Confira!

Perspectivas profissionais

A observância das suas perspectivas profissionais é sempre de fundamental importância para a escolha entre alugar ou comprar um imóvel.

Elas são um indicativo do quanto você pode comprometer-se em relação ao seu orçamento. Se você estiver no início da sua carreira profissional e não dispuser de estabilidade, por exemplo, isso é um sinal de que o aluguel tende a ser a melhor opção para você.

Investir no que é seu

Este é um dos argumentos mais utilizados por parte dos defensores da compra de um imóvel, uma vez que eles enxergam o gasto com aluguel como uma espécie de dinheiro jogado fora.

De alguma forma, eles podem ter razão. Afinal, comprar um imóvel representa um investimento na construção de um patrimônio para o longo prazo.

Mobilidade

A mobilidade é uma das questões que pesam a favor do aluguel, uma vez que a compra de um imóvel pode representar a necessidade de ficar preso a um mesmo lugar por um longo período.

Além disso, a aposta na casa própria demanda dedicação, que pode ter sido em vão no caso de você ter uma perspectiva de mudança no curto prazo, como por causa do trabalho. 

Nessas situações, você pode encontrar dificuldades para desfazer-se do imóvel e obter o valor que você deseja para compensação do valor investido.

Já quem aluga, só tem o compromisso de ficar no imóvel até o fim do contrato ou pode pagar uma multa e sair antes.

Imóvel sob medida

Um imóvel sob medida, do jeito com que o dono sempre sonhou, é o que faz a casa própria ser a opção preferida por uma parte significativa da população.

Desse modo, o proprietário ganha a liberdade para fazer as adequações que julgar necessárias para deixar o imóvel conforme o desejado.

Trata-se de um sonho que faz algumas pessoas direcionarem o esforço de uma vida para vê-lo concretizado.

Manutenção

Imóveis carecem de manutenção; se ele for seu, a tendência é você gastar muito mais com manutenção. Isso tanto por essa ser a sua única opção, quanto pelo fato de você sentir-se mais estimulado a investir em um imóvel próprio.

No caso do aluguel, os gastos com manutenção tendem a ser bem menores. Além disso, em boa parte dos casos, os condomínios e demais imóveis passam por reformas periódicas, com os gastos ficando por conta do proprietário e não do inquilino.

Valorização do imóvel

Este é um ponto interessante a ser observado e que pode pesar a favor da compra de um imóvel, principalmente se seu foco estiver em negócios e obtenção de lucros.

Contudo, é necessário observar as situações em que essa valorização do imóvel pode ocorrer.

Para isso, você precisa optar por regiões com potencial de crescimento, como novos bairros e as áreas próximas a universidades. Outra opção é a compra de imóveis na planta, que costuma custar bem menos que aqueles que já se encontram prontos para morar.

 

Estes foram os pontos que elencamos para lhe ajudar na sua escolha entre o aluguel ou a compra de um imóvel.

Como você deve ter observado, são diferentes variáveis e que demonstram o quão criteriosa deve ser essa decisão.

Esperamos que tenha sido útil e, caso tenha interesse, estamos à sua disposição para apresentar nossas opções de imóveis, tanto para aluguel quanto para compra.

Clicando AQUI você vai direto para o nosso site, onde pode fazer uso do nosso buscador para encontrar o imóvel da sua preferência!

 

Os imóveis publicados devem ser previamente consultados pois estão sujeitos a disponibilidade e alteração de valor sem aviso prévio.

Bravo